sábado, 1 de maio de 2010

Festival da comida árabe!

Essa semana eu peguei, meio que por acaso, um programa de culinária na TV onde um chef ensinava como se fazer o 'verdadeiro kibe'. Na verdade, eu fiquei assistindo porquê queria pegar a receita do kibe assado, mas os caras enrolaram tanto que eu acabei desistindo no meio do caminho.

Porém, o estrago já estava feito: fiquei com a maior vontade de comer comida árabe. A última vez que comemos algo remotamente árabe (esfiha aberta e kibe do Habib's não contam) foi durante nossa viagem aos EUA. Estávamos em NY e decidimos parar para comer algo e encontramos um restaurante que vendia sanduíches de falafel. O mais interessante é que o restaurante estava lotado de judeus com quipá e tudo, mas quem preparava a comida era um 'chicano'. Mas o sanduíche era ótimo!

Acabei indo ao supermercado ontem e comprando os ingredientes para algumas receitas árabes. Fizemos um arroz marroquino ontem e falafel, homus e molho de tahine hoje de manhã. Obviamente, é tanta comida que provavelmente vai durar até o final do domingo.

Apesar de sermos marinheiros de primeira viagem, a comida ficou muito boa e resolvi compartilhar as receitas com vocês.

Observação: as receitas não são minhas, obviamente, por isso darei o devido crédito depois de cada uma.

Arroz marroquino



  • 1 peito de frango (cozido em 2 litros de água)
  • 4 xícara (chá) arroz
  • 300 g de carne moída
  • 3 dentes de alho amassados
  • 2 colheres (sopa) manteiga
  • 1 colheres (sopa) canela em pó
  • 1 colheres(sopa) de pimenta do reino
  • Sal
  • 200 g de castanha cajú
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
Modo de Preparo
  1. Numa panela colocar o alho, a manteiga e dourar
  2. Colocar a carne moída, pimenta, arroz, canela e a água do cozimento do frango
  3. Deixar o tempo do cozimento do arroz
    Para cobrir:
  1. Dourar a castanha de cajú na manteiga e juntar o peito de frango desfiado
  2. Jogar a cobertura sobre o arroz pronto
Fonte: Tudo Gostoso




Falafel

Ingredientes
  •   250 g de grão-de-bico sem pele (que ficou de molho em água por 24 horas e depois escorrido)
  • 1 batata (+/-250 g) crua, ralada em ralo grosso e espremida (para retirar o líquido)
  • 1 cebola bem picadinha
  • 2 dentes de alho bem amassados
  • 1 colher (chá) de cominho em pó
  • 1/2 xícara (chá) de coentro picado
  • sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • óleo o suficiente para fritar
Modo de preparo

Num processador coloque grão-de-bico sem pele (que ficou de molho em água por 24 horas e depois escorrido) e processe até virar uma massa. Transfira para uma vasilha e junte batata crua, ralada em ralo grosso e espremida (despreze o líquido), cebola bem picadinha, alhos bem amassados, cominho em pó, coentro picado, sal e pimenta-do-reino branca moída a gosto e bicarbonato de sódio. Misture muito bem. Logo em seguida, com o auxílio das mãos, faça pequenos bolinhos e frite-os em óleo não muito quente (150ºC a 160ºC) para cozinhar por dentro e dourar por fora. Sirva com pão sírio, molho de tahine e folhas de alface.

Fonte: Mais você

Homus bi tahine

Ingredientes

  • 4 colher(es) (sopa) de tahine
  • 600 gr de grão-de-bico
  • quanto baste de alho
  • 1 xícara(s) (chá) de água
  • 1 unidade(s) de limão espremido(s)
  • quanto baste de Azeite
  • quanto baste de sal
 Modo de preparo

Deixe o grão de bico de molho durante a noite. No dia seguinte, cozinhe-o em uma panela de pressão até ficar macio. Espere esfriar e coloque-o no liquidificador, com o alho, o tahine, o limão, a água e o sal. Bata até formar uma pasta homogênea. Coloque em uma travessa, regue com azeite e decore com folhas de hortelã. Dicas: sirva com pão sírio. Fica muito bom acompanhando uma salada verde.

Fonte: Cybercook

Molho de Tahine

Ingredientes:
  • 01 pitada de sal;
  • 03 colheres (sopa) de suco de limão;
  • 01 dente de alho (pequeno) amassado;
  • 04 colheres (sopa) de tahine;
  • 04 colheres (sopa) de água;
Modo de preparo:

Numa tigela misture o sal, o suco de limão e o alho. Adicione o tahine e a água. Misture bem e leve para gelar.

Obs: Este molho é básico para todos os pratos árabes frios. Pode ser servido puro, com salsinha picada e azeite.

Fonte: iServ culinária

É isso aí, gente. Todas as receitas foram devidamente testadas e funcionam. Se vocês quiserem por as mãos na massa, me avisem depois como ficou.

3 comentários:

Pistache disse...

Bem que você podia fazer um festival árabe por aqui também, quem sabe num gourmet day?
Sei lá nunca imaginei você citando a Ana Maria Braga no seu blog, isso foi curioso.

Mauro disse...

E falando em receita, hoje fomos jantar com o grupo de vegan dinner do qual somos parte, o tema era "5 de Mayo".

O tiozinho anfitrião leu a receita de um prato que ele estava fazendo e ao invés de "2 pimentas chipotle" ele entendeu "2 LATAS de pimentas chipotle" (umas 10 pimentas).

O negocio ficou tão poderoso que saía até gás lacrimogênio. :-P

Jorge Ramiro disse...

A comida árabe é meu favorita. Especialmente o hummus. Eu sempre como hummus, falafel e shawarma. Uma vez eu viajei para o Egito e a comida de lá era muito picante. Aqui no Brasil não há alimentos picantes como como no Oriente. Se uma pessoa não está acostumado a comer comida picante pode ser ruim para o estômago. Eu gosto muito do um hummus que vendem em la caballeriza. Não é muito picante, mas tem um gosto delicioso.

Search

Carregando...

About Me

Cthulhu
Homem, 31 anos, Músico, Professor, Hardcore Gamer. STR 9 INT 12 WIS 10 DEX 11 CON 5 CHR 14
Visualizar meu perfil completo

Raptr

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget